Logo Hospital Dom Orione
Javascript DHTML Drop Down Menu Powered by dhtml-menu-builder.com
NOTÍCIAS
Hospital Dom Orione capacita sobre cuidados com recém-nascidos


   

O Hospital Dom Orione promoveu nesta terça-feira, 20, uma capacitação sobre os cuidados com os recém-nascidos, especialmente em relação ao 5º sinal vital: a dor. A atividade, coordenada pela Enfermagem da UTI Neonatal da unidade, foi realizada nos turnos matutino e vespertino. Participaram profissionais da enfermagem, psicologia, médicos, acadêmicos de Medicina e a diretoria técnica e superintendência.

A capacitação foi ministrada pela enfermeira da UTI Neonatal, Camila S. De Angeli Burns, sob a supervisão da coordenadora do setor, enfermeira Sônia Garcia. As temáticas abordadas foram os cuidados aos prematuros, destacando a importância da verificação do 5º sinal vital e a humanização do atendimento na UTI neonatal, não só para o neonato, mas envolvendo o grupo familiar como um todo.

A enfermeira Camila falou também dos meios não-farmacológicos e farmacológicos usados para atenuar ou mesmo eliminar a dor do neonato no ambiente da UTI, onde está sujeito a inúmeros procedimentos que podem desencadear estímulos dolorosos. Ao contrário do que se pensava em tempos passados, os prematuros sentem dor, e muitas vezes com maior intensidade do que os recém-nascidos de termo.



                                            

Ao final da capacitação, a médica neonatologista, Maria Iva Maranhão, que atua na UTI neonatal, apresentou uma música que compôs intitulada “Canção do Prematuro”. Ela foi acompanhada no teclado pela psicóloga, Nayana Brunio de Aguiar. Esta canção traz uma reflexão sobre os sentimentos e as necessidades dos recém-nascidos prematuros, enfatizando os cuidados essenciais para o seu conforto e melhor desenvolvimento.

Canção do Prematuro

Composição: Maria Iva Maranhão Moreira (09/03/18)

Sou pequenina semente,

Um pinguinho de gente

Ainda em maturação.

Tenho uma pele fininha,

Traga-me uma touquinha,

Pra minha adequação…

Sinto uma saudade danada

Daquele calorzinho,

Do som de um coração…

Sou tão frágil,

Preciso de proteção…

Sou pequeno,

Preciso de contenção…

O silêncio

Ajuda a me acalmar…

O carinho

Vem minha dor moderar…

Sou um pouquinho agitado,

Já sofri tantas dores,

Quero compreensão…

Tenho tanto medo da vida,

Fico aqui tão sozinho…

Quero acomodação…

Eu ainda não consigo sugar,

A mamãe traz seu leite

Pra minha nutrição…

Sou promessa:

Eu vou crescer, vou mudar!

Esperança:

Eu vou sorrir, vou brincar!

O escurinho

Ajuda-me a repousar…

Não me esqueça:

Venha me acalentar!






 

Arquivo Mais Lidos




Tecnologia a serviço da vida!